vidros
vidros

Curso oferece teoria e prática sobre uso agrícola de drones

publicado em 04/09/2019
compartilhe:

Como ferramenta tecnológica de múltiplas finalidades, o drone também serve para coleta de imagens visando a analise de plantação agrícola e detecção de pragas e doenças, falhas no plantio, status nutricional e hídrico, dentre outras possibilidades. Inovação que tem despertado o interesse de profissionais e estudantes e que motivou a oferta de curso de extensão pelo Programa de Pós-graduação em Agronomia da Unoeste, que oferta mestrado e doutorado.

O vice-coordenador do programa, Dr. Fábio Rafael Echer, buscou a parceria do Dr. Murilo Maeda, um pesquisador e extensionista brasileiro radicado nos Estados Unidos, para ministrar o curso que teve outras duas participações expressivas: a do Dr. Jinha Jung, pesquisador que também tem vínculo em instituição norte-americana e falou por videoconferência; e do fabricante de drones em Presidente Prudente, Alexandre Mainardi.

Essa realização, que contempla a internacionalização do programa, resulta da relação iniciada em 2012 na Flórida, quando Echer estava terminando o doutorado sanduíche nos Estados Unidos e Maeda tinha concluído o mestrado e estava começando o doutorado. No ano passado voltaram a se encontrar em San Antonio, no Texas. Daí surgiu o convite para Maeda participar do 12º Congresso Brasileiro do Algodão, na próxima semana, de 27 a 29 de agosto, em Goiânia (GO).

Foi então que o convidado veio uma semana antes, procedente da cidade de College Station, onde trabalha para a Texas A&M University, instituição na qual foi aluno e professor, onde atualmente é especialista de algodão da extensão e desde 2015 trabalha com desenvolvimento de tecnologia no centro de pesquisa e extensão que a universidade mantém na cidade de Corpus Christi, no próprio Texas.

Maeda conta que o grupo do centro de tecnologia está trabalhando o desenvolvimento da tecnologia para utilizar as imagens produzidas com a utilização de drones em campos agrícolas, para que os produtores venham a fazer uso. Os estudos são para buscar formas de processar as informações a partir das imagens, mediante uso de software e, com isso, ajudar os produtores a tomarem decisões de manejo.

“Os dois focos maiores das pesquisas são ajudar os melhoristas a avaliarem genótipos no campo e desenvolver aplicações para auxiliar os produtores no manejo das lavouras, baseados em condições atuais da cultura”, disse e comentou sobre o interesse dos participantes do curso de extensão em buscar o novo, o que lhe deixou muito satisfeito em compartilhar experiências.

“O que move a educação e a ciência é esse compartilhamento de informação”, afirmou em tom de agradecimento a oportunidade proporcionada pelo seu colega pesquisador Echer, a de poder trocas experiências com outros profissionais e estudantes do mestrado e doutorado em Agronomia da Unoeste. Egresso da graduação em Agronomia, Marcos Alberto Alves Feitosa avaliou o curso como muito bom.

“Estou participando pelo interesse de agregar conhecimento nessa área que vem crescendo muito devido à tecnologia que hoje é tudo”, pontuou Feitosa que esteve entre os 12 participantes externos e que trabalha para a Agropecuária Vista Alegre. Dono da Nuvem UAV, Mainardi atendeu ao interesse dos que têm intenção de usar drones em atividades agrícolas e discorreu sobre esses veículos aéreos não tripulados.

Instalado no Parque Empresarial, localizado na avenida da Saudade, a empresa de Mainardi produz 80 drones por ano, mediante a produção do projeto e a terceirização das placas de circuito para posterior montagem.  Jinha Jung, que também deu sua contribuição em ministrar o curso, é vinculado à Purdue University, cidade norte-americana localizada em West Lafayette, no estado de Indiana.

O curso de extensão foi realizado no campus II da Unoeste, na quinta (22) e sexta-feira (23) o dia todo, com as atividades em sala de aula, sala de multimídia e no campo experimental agronômico. Conforme o programa divulgado por Echer, na condição de organizador, o curso teve o objetivo de prover conhecimento teórico e prático do uso agrícola de drones em pesquisas e monitoramento de cultivos.

Assessoria de Imprensa Unoeste
Fones: (18) 3229-1185 ou 1090
imprensa@unoeste.br
Fonte: Assessoria de Imprensa Unoeste
<< voltar para a lista de notícias