vidros
vidros

Plantando e Colhendo

publicado em 18/09/2014
compartilhe:

"Não erreis: Deus não se deixa escarnecer porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará."
Filipenses 4.8

 

Durante a caminhada da vida andamos por muitos lugares, e em todos os lugares por onde passamos deixamos nossas pegadas, e elas dizem muito sobre nós. Cada vez que tomamos uma decisão - seja boa ou ruim - é um passo na caminhada, a direção que tomamos deixa marcas profundas na estrada.
Estas marcas muitas vezes não ficam apenas em nossa estrada, mas passa a fazer parte das estradas de outras pessoas, e nem sempre são marcas bonitas. Por outro lado também muitas pessoas atravessam o nosso caminho, algumas nos fazem bem, outras tentam impedir que continuemos. Durante alguns momentos de nossa vida pegamos alguém pelo braço e carregamos esta pessoa com todo amor e esforço, buscando com isto levar esta pessoa para um caminho melhor. Outras tantas vezes precisamos ser arrastados, pois faltam forças para continuar. Em certas épocas tropeçamos e caímos, em outras corremos, voamos.
Em toda esta caminhada nunca deixamos, no entanto, de semear, semeamos por todos os lugares por onde passamos. O solo é a estrada da vida, a semente: o que levamos no coração. Se estiver cheio de amor, serão sementes de amor, que se multiplicarão em nossa caminhada, se porém forem de ódio, inveja, ciume ou rancor, veremos espinhos crescendo ao nosso redor.
Não podemos nos esquecer que Deus,por ser Justo, faz de nossa existência um jardim, e permite que o que semeamos a cada dia seja também nossa própria colheita. Se passamos os dias buscando o bem, certamente ele se deixará encontrar. Como está a paisagem do seu coração hoje? Olhe e veja, como andam seus pensamentos, suas emoções? Gosta do que vê? Pois saiba que o que está colhendo foi semeado por você, e o que estiver plantando hoje será sua próxima semente, então mãos a obra: selecione bem sua semente e faça do seu futuro o jardim mais bonito que seu coração já experimentou, e de cada dia um novo motivo para sorrir e dizer: espinhos não vejo, só frutos e flores.
Que Deus lhe abençoe nesta caminhada.


<< voltar