vidros
vidros

Atitude, você tem?

publicado em 31/07/2014
compartilhe:

No inicio do ano é comum estabelecermos planos, objetivos e metas na busca de realizarmos um sonho. No entanto, o tempo passa rápido e quando nos damos conta estamos no meio do ano e logo mais chega o fim de mais um ano. Se não cuidarmos a história se repete: onde foram parar aquelas boas intenções? Sabemos o que fazer, mas o difícil é colocar em prática o que planejamos, pois isso demanda esforço e persistência. Não basta motivação extrínseca - pressão de fora - ou intrínseca - autoconcordância. O nosso “bicho-preguiça” interior representa o grande desafio para nós. Para que os sonhos se tornem realidade precisamos ir da intenção à ação, e o que faz a ponte entre ambas é a atitude. Atitude, você tem? Saiba que você pode modificar sua vida, mudando sua atitude. Atitude é uma predisposição duradoura com componentes ideacionais, emocionais, volitivos e comportamentais que nos capacita a responder prontamente a determinada situação de forma eficiente. Essa atitude necessária é caracterizada por três convicções: Em primeiro lugar, a convicção de que as conseqüências desse esforço valerão a pena. É importante sua expectativa sobre as conseqüências. Tenha certeza de que é possível e valerá a pena superar todos os prováveis obstáculos que são inimigos das boas intenções. Os desdobramentos do seu trabalho serão eternos e gratificantes. Se for por uma boa causa, será recompensador lutar até o fim. Em segundo lugar, ter objetivo bem definido e a convicção de que você vai conseguir atingi-lo. É necessário planejar detalhadamente tudo o que, quando e como vai ser feito. Em cada obstáculo, lembre-se sempre da meta a ser alcançada. Em terceiro lugar a convicção de que posso recomeçar se fracassar. Todos têm possibilidade de fracassar. O que é determinante é a atribuição que você faz diante do insucesso. Que palavra vem ao seu coração quando surge um obstáculo? Entenda que o problema é temporário e não permanente, é específico e não generalizado.Olhe para onde você quer chegar, mas lembre-se sempre do ponto de onde partiu e veja o quanto você já caminhou. Quando surgirem imprevistos ou situações perigosas que ameaçam o objetivo final siga o conselho bíblico - “fortaleçam as mãos enfraquecidas e os joelhos vacilantes. Façam caminhos retos para os seus pés, para que o manco não se desvie, antes, seja curado” – então siga em frente e você celebrará a sua chegada.

“Quem ficar observando o vento não plantará, e quem fica olhando para as nuvens não colherá”.

Eclesiastes .11.4
Então, Atitude!


<< voltar